“Meu Levian 15” - Assando Pão na Panela

Idade do meu fermento: 35 dias

Minha Experiência ao assar um Pão com fermentação natural na Panela




Pois bem, mais um dia para uma nova fornada de Pão com Fermentação Natural.

Desta vez queria fazer algo diferente e testar uma nova receita. Na realidade um novo método de assar, já que a receita seria a mesma do meu último Pain au Levain.

Nada de assadeira com água no fundo do forno nem assadeiras convencionais. Meu teste seria com uma panela e sua tampa!

Li em alguns sites sobre o uso de panelas de ferro para assar pães. Este tipo de “assadeira” com tampa faria com que os vapores que normalmente são desprendidos da massa ficassem “presos” dentro da panela, gerando a umidade necessária que, até agora, estava buscando com a assadeira e água.

O problema é que eu não tenho uma panela de ferro nem estava querendo comprar algo que talvez nem funcionasse... então me lembrei que quando casei ganhei um jogo de panelas esmaltadas as quais nunca me adaptei bem.
Quase tudo que eu cozinhava nelas grudava... com exceção da água (rsrsrsrs!!!). Ou seja, elas estavam guardadas no fundo do meu armário e só usava a chaleira...


Pensei, porque não testar? Era de ferro, apesar de esmaltada e poderia dar certo. Se não desse o prejuizo não seria tanto.

Fui atrás das minhas panelas, tirei tudo que pudesse derreter e pedi ajuda a meu fiel escudeiro (meu marido) para instalar algo que pudesse ir ao forno e me ajudasse a retirar a tampa, quando necessário.

E voilá, já tinha minha panela de assar pão novinha em folha!!! E ainda com dois tamanhos diferentes!


Mas como fazer para não grudar o pão?

Alguns site recomendaram deixar a massa crescer já modelada como uma bola (segundo crescimento) dentro de uma tigela redonda e sobre papel manteiga de ótima qualidade com bastante farinha. Outros recomendaram que este crescimento fosse feito em cestos específicos para este tipo de pão (pão redondo) - chamados de banneton.

Tá bom... novamente não queria gastar dinheiro com algo que eu não sabia se ia dar certo. Papel manteiga tinha em casa mas da última vez que usei grudou um pouco no meu bolo. A cestinha, não. O que fazer?

Adaptações, é claro!

Usei a minha receita de pão de fermento natural, deixei o primeiro crescimento do mesmo modo. No segundo crescimento ao invés de modelar o filão, fiz uma bola e deixei descansando na mesma tigela do primeiro crescimento, mas sobre um pano com muuuuuita farinha de milho por baixo e dos lados para não grudar.

Dica - eu uso farinha de milho, aquelas mais finas, pois acho que funciona melhor do que a farinha de trigo. Por exemplo, quando faço pão de queijo ou pão caseiro normal, nunca unto a assadeira. Polvilho bastante farinha de milho e coloco os pães sobre ela. Após assado ele não grudam na assadeira e ainda é mais nutritivo! E o que sobra na assadeira você pode colocar em um potinho e congelar para usar da próxima vez que for assar algo.

Antes de finalizar o tempo para o segundo crescimento, acendi o forno com a panela vazia e a tampa dentro e pré-aqueci na temperatura alta por 20 minutos.


Tirei a panela e a tampa do forno com muito cuidado, polvilhei bastante farinha de milho na panela e com muito cuidado, coloquei a massa em formato de grande bola dentro. Espalhei farinha por cima e aos lados da massa, chacoalhei bem a panela para a farinha ficar em torno da massa e a mesma se moldar bem na minha nova assadeira, tampei a panela e levei para assar a 200ºC.

Nos primeiros trinta minutos com a panela tampada e 20 minutos finais com a panela destampada.

Desliguei o forno e retirei com cuidado a panela de dentro (minha panela estava sem alça). Esperei cerca de 5 minutos para esfriar levemente e retirei o pão. Saiu bem, grudou apenas em uma parte, mas foi fácil de retirar.


Deixei em uma superfície vazada para esfriar e para não criar vapor/umidade embaixo do pão.

Fiquei suuuuper feliz!

Pelas fotos você poderá ver como ficou bonito!


E a casca mais macia do que a feita nas assadeiras. Amei o sabor, o aroma e o formato.

Com certeza farei mais vezes, pois o resultado do pão, do uso da panela, do jeito de fazer o segundo crescimento foi extremamente positivo. Além do pão ter ficado lindo!!!

Então se quiser assar seu primeiro pão na panela, antes de sair correndo para comprar utensílios especiais, verifique o que possui em casa. Com criatividade dá para reaproveitar suas peças e ainda obter um pão tão maravilhoso quanto!

E a propósito, meu fermento com 35 dias de vida está firme, forte e borbulhante!



Um abraço e até o próximo post.

Bom, por hoje é só, espero que tenham gostado.



Clique no link para acompanhar todas as publicações sobre "Levain - Fermentação Natural" e sobre "Pão Francês Caseiro"

E caso queira receber automaticamente minhas postagens, cadastre seu email aqui! Ou no canto direito superior do meu blog!

Um super beijo a todas e até o próximo post.

Sonia

Meus blogs:
*Entre dicas e delícias*- dicas de moda, artesanato, esmaltes, comportamento e receitas deliciosas.
*Anratí Bijoux* - Bijuterias Artesanais através da vitrine virtual ou pelo meu blog. Assista ao vídeo
*Estudo Personalizado* - aulas particulares de Piano & Teclado, Acompanhamento Escolar e Informática

2 comentários:

  1. Lindo e gostoso!!! Obrigada por sua visita e boas fornadas para vc também!

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita.
Deixe seus comentários ou dúvidas! Eles serão lidos com muito carinho e contribuirão para melhorar cada vez mais este blog. Obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...