Dia 16 de outubro - Dia do Pão! Veja a minha delícia: Pain au Levain

Pain au Levain - o pão feito com fermentação natural!

***Republicação, atendendo a solicitações sobre minha história com fermentação natural - minha história começou em 2014 e desde então estou produzindo pães deliciosos com a mesma matriz (pasta madre, levain, nomes diferentes para a mesma base). Este foi o primeiro post e relê-lo me deu muita saudade de todo o processo e muito orgulho de ter conseguido. Irei republicar todos os posts relacionados, adicionando e/ou corrigindo algumas informações que achar relevante. Boa leitura e boas fornadas!!!***

Oi, pessoal!

Para quem não sabe, hoje (dia 16.10) é Dia Mundial do Pão!

O pão é um alimento tão importante que ganhou um dia especial!


Sua origem remonta a milhares de anos, sendo dos egípcios os primeiros registros de uso a cerca de 4.000 anos A.C.

Várias são as receitas e cada pessoa tem uma preferida.

Eu já postei aqui minha receita de pão caseiro, mas agora estou apaixonada pela fabricação de pães com fermentação natural! Este tipo de fermentação, com praticamente nada de modificação, é a mesma usada a milhares de anos, usando apenas farinha e água.

Abaixo o meu levain borbulhando!

Existem outras possibilidades, mas o fato é que um pão feito com fermentação natural é muito rico de sabor, textura e aroma, além de ser muito mais saudável e de melhor digestão.

 E é muuuuuito gostoso! Abaixo o meu primeiro pão saindo do forno!


Meu fermento foi criado em setembro de 2014 e confesso que é uma aventura criar um ser que se transformará em alimento (delicioso, por sinal!). São várias etapas e um cuidado extremo para um resultado maravilhoso!

E podem aguardar que vou contar todos os detalhes aqui, desde a criação até a produção do verdadeiro Pain au Levain, com um pouco de história, escrevendo sobre benefícios, dúvidas esclarecidas, links especiais e muito mais!

Hoje também estou fazendo meu Pain au Levain! Daqui a uma hora deve estar assado, com sua casquinha crocante! E vou comer com manteiga e depois com mel! Simplesmente divino!

Obs - também estou assando minha terceira fornada de pães franceses caseiros! Outra receita e experiência que compartilharei com vocês em breve!

Acompanhe as publicações sobre "Levain - Fermentação Natural"

Bom, por hoje é só, espero que tenham gostado.

Um super beijo a todas e até o próximo post.

Sonia

Meus blogs:
*Entre dicas e delícias*- dicas de moda, artesanato, esmaltes, comportamento e receitas deliciosas.
*Anratí Bijoux* - Bijuterias Artesanais através da vitrine virtual ou pelo meu blog. Assista ao vídeo
*Estudo Personalizado* - aulas particulares de Piano & Teclado, Acompanhamento Escolar e Informática
Leia mais...

Pão Francês Caseiro - usando Melhorador de Farinha

Oi, pessoal!
Tenho compartilhado com vocês as minhas tentativas de encontrar a receita ideal de Pão Francês Caseiro .
Já perdi as contas de quantas foram as minhas fornadas... o fato é que até agora segui uma receita padrão. Os pães ficam gostosos, mas não crescem muito, então resolvi testar desta vez o uso do Melhorador de Farinha.

O Melhorador de Farinha, também conhecido como reforçador de farinha, normalmente é encontrado em saquinhos de 10 gramas e é utilizado para melhorar a qualidade da farinha, já que as nossas possuem um teor baixo de proteína. Segundo o que pesquisei, além de aumentar a durabilidade do pão, também o deixaria mais fofinho e maior.
Comprei o produto e, curiosa, iniciei a receita:
 - 800 gramas de Farinha de Trigo
 - 10 gramas de sal (1 colher de sopa)
 - 10 gramas de açúcar (1 colher de sopa)
 - 10 gramas de fermento granulado para pão (1 colher de sopa)
 - 10 gramas de melhorador (1 saquinho)
 - 1 colher de sopa (cheia) de margarina com 80% de lipídios
 - 480 ml de água morna

Misturei a farinha + melhorador + fermento + açúcar + água morna.

Deixei reagir por cerca de dois minutos. Adicionei a margarina e o sal.
Sovei bem, até o ponto de véu. Deixei crescer por vinte minutos.

Após este tempo, fiz dezoito bolinhas com aproximadamente 70 gramas cada. Para não ressecar, cobri com um plástico:

Aguardei dez minutos e modelei os filões:

Após uma hora, cresceram bem!


Fiz os cortes e coloquei para assar ( no meu forno, por quase uma hora a 250ºC , com uma assadeira pequena no fundo, com água, para gerar vapor e deixar os pães com casca crocante)

Resultado: os pães cresceram bem, mais do que quando não uso o melhorador. Não senti diferença no sabor e gostei muito do resultado!

Mas sei que ainda farei novas experimentações... como uma boa geminiana, não sou lá muito de seguir regras e amo encontrar novos modos de fazer as coisas, então tenho certeza que ainda não encontrei a minha receita ideal, apesar de meu marido dizer que é a melhor fornada que fiz até agora...

Depois volto aqui para atualizar as novidades!
Um beijo e até o próximo post.
Sonia

Meus blogs:
*Entre dicas e delícias*- dicas de moda, artesanato, esmaltes, comportamento e receitas deliciosas.
*Anratí Bijoux* - Bijuterias Artesanais através da vitrine virtual ou pelo meu blog. Assista ao vídeo
*Estudo Personalizado* - aulas particulares de Piano & Teclado, Acompanhamento Escolar e Informática
Quer receber automaticamente minhas postagens?  Cadastre seu email aqui! ou no canto direito superior do blog!
Leia mais...

Batata frita na Panela de Pressão




Já ouviu falar em fritar batatas em uma panela de pressão, fechada?

Que tal uma receita deliciosa de batatas sequinhas, crocantes e deliciosas???

 Experimentem que não vão se arrepender!!!! Veja a receita completa.
Leia mais...

Pizza Pan - Aprenda a fazer esta delícia em casa (aquela da Pizza Hut)

Sou apaixonada por pães e pizzas, especialmente, as receitas caseiras.

Gosto do processo de separar e misturar os ingredientes, de sovar uma massa até ela ficar macia, acompanhar seu crescimento, enfim, de criar com as próprias mãos.

Já postei aqui a minha saga de produzir “Pães maravilhosos feitos com Fermentação Natural” e “Deliciosos Pães Franceses”. Hoje minha postagem é sobre Pizza Pan.



Para quem não conhece, este tipo de pizza é de uma famosa marca e a massa é mais grossa que as feitas em pizzarias comuns.

Meu marido é grande fã, mas confesso que o preço nos impedia de comer com mais frequência. Impedia, pois após esta receita, e com algumas alterações, tem sido nossa receita favorita nos finais de semana! É simplesmente maravilhosa, grossa, mas ainda crocante e leve!

Eu já fazia massas de pizzas diversas e todas bem gostosas, então meu marido pediu para eu tentar fazer a Pizza Pan. Busquei na internet, achei algumas receitas, fiz algumas tentativas e cheguei nesta aqui:

Ingredientes:
270 gramas de farinha
7 gramas de fermento granulado para pão
8 gramas de açúcar
6 gramas de sal
14 gramas de leite em pó
200 ml de água morna
1,5 colher sopa de azeite
50 ml de azeite para untar
Manteiga/margarina comum derretida

Misture o fermento, o açúcar, o leite em pó e a água em uma vasilha e deixe descansar por 2 minutos.



Após, acrescente a 1,5 colher de azeite. Misture bem. Adicione o sal.
Aos poucos, acrescente a farinha (preferencialmente peneirada) e sove por cerca de 10  minutos.
Se precisar, adicione um pouco mais de farinha (mas pouco, apenas para que deixe de grudar nas mãos. Deve ficar levemente grudenta, pois se não, corre-se o risco da pizza ficar massuda).


Sove até ficar uma massa homogênea e faça uma bola.

Algumas receitas recomendam deixar crescer, mas o melhor resultado que encontrei foi abrir a massa nesta fase e deixar para crescer depois.

Você pode abrir a massa com um rolo, mas deve deixá-la mais grossa que quando abre uma pizza normal. A espessura deve ficar homogênea. Eu prefiro abrir com as mãos já na assadeira untada.

Em uma assadeira grande (esta receita é para uma pizza grande), adicione os 50 ml de azeite (pode até substituir um pouco por óleo de boa qualidade) e misture bem.


Esta massa é mais calórica, pois usa maior quantidade de óleo/azeite. Este forma de untar ajudará a pizza a ficar crocante.



Eu costumo colocar a bola da massa no centro da assadeira e vou abrindo com as mãos/dedos, com muito cuidado, deixando redonda, no formato da assadeira, não muito fina, e com pouco mais de massa nas bordas ( eu deixo algo em torno de 2 cm).

Passe a manteiga/margarina derretida nas bordas. Isto ajudará a deixar as bordas crocantes e douradas.

Agora deixe a massa descansar e crescer por 2 horas. Para isto, cubra com um plástico ou um pano de prato limpo e leve para um local aquecido. Se quiser, pode cobrir também com uma manta leve, eu faço isto e dá certo.

Após este tempo, a massa vai crescer bem, não se espante se parecer um pão (a espessura pode chegar a 4 cm ou mais).

Quinze minutos antes de finalizar este tempo, pré-aqueça o forno a 250°C.

Com o forno quente, coloque a massa para pré-assar por cerca de 10 minutos. Enquanto isto, providencie a cobertura de sua preferência.

Tire a massa do forno, coloque a cobertura e volte imediatamente para o forno e espere até que a borda fique dourada e o queijo derretido (eu gosto de deixar o queijo com tequinhos dourados, gratinados, quase queimando!  hummmmm!!!).

Os tempos para assar a pizza vai depender do seu forno, então atenção nesta fase para adaptar conforme seu gosto.
E voilà! Uma deliciosa pizza pan, caseira, crocante e maravilhosa!


Quando der, faço um vídeo para detalhar melhor o processo, mas enquanto isto, espero que as fotos consigam transmitir um pouco do que é esta delícia! 

Bom, por hoje é só, espero que tenham gostado.

Um super beijo a todas e até o próximo post.

Sonia

Meus blogs:
*Entre dicas e delícias*- dicas de moda, artesanato, esmaltes, comportamento e receitas deliciosas.
*Anratí Bijoux* - Bijuterias Artesanais através da vitrine virtual ou pelo meu blog. Assista ao vídeo
*Estudo Personalizado* - aulas particulares de Piano & Teclado, Acompanhamento Escolar e Informática

Para receber automaticamente as postagens, cadastre seu email aqui! Ou no canto direito superior do meu blog!
Leia mais...

Pão integral - o perigo do industrializado. Prefira o Caseiro!

Oi, Pessoal

Vi uma reportagem muito interessante no site Saúde IG sobre o Pão Integral Industrializado.

Segundo a reportagem, o pão integral industrializado é pior que o pão branco.


 Achei curioso, pois sempre ouvi o contrário.

Mas o problema realmente é no grão integral, que possui alguns "antinutrientes" que, no caso da produção industrial, não são neutralizados e prejudicam a absorção de vitaminas, minerais e proteínas pelo corpo.

Muitos optam por este tipo de pão exatamente por acharem serem melhores para a saúde... mas daí li a parte legal da reportagem. A produção caseira, feita sem fermento industrializado, neutraliza estes antinutrientes, gerando um pão realmente adequado.

Ou seja, são os pães com fermentação natural (também chamados de pasta madre ou levain). E amei saber disto. Quem acompanha meu blog sabe que comecei a minha saga para aprender a fazer este tipo de pão em outubro de 2014. Foi uma aventura criar o fermento do zero, alimentar, acompanhar o crescimento e o desenvolvimento até chegar a minha primeira fornada.

Este tipo de pão tem um aroma indescritível de tão bom! Você vai aprendendo como cuidar do seu fermento e aprende que fatores diversos podem alterar a textura e sabor do pão e vai adaptando conforme seu gosto.


Eu realmente estou apaixonada por este tipo de pão e muito dificilmente como qualquer outro. Apesar de aparentemente ser mais pesado (ele é muito parecido com os chamados Pães Italianos, casca grossa, miolo denso, sabor levemente azedinho) a digestão dele é muito melhor.

Meu Levian (nome que dei a meu fermento natural - afinal, ele é um ser vivo, que precisa ser alimentado periodicamente) está com 5 meses! Já produziu pães maravilhosos, ontem mesmo fiz mais uma fornada, acrescentando além de farinha integral, um pouco de farinha de milho.


Cabe ressaltar que também uso farinha branca, pois se não, ele fica muito massudo, mas sempre com minha percentagem de outras farinhas.

E minha especialidade, é o pão assado na panela! Uma delícia.



Quem quiser conhecer a minha saga, desde a criação do fermento até belas fornadas, acesse aqui. É um post com um resumo e links para demais postagens. E dicas para quem quiser se aventurar por esta delícia e fazer seu próprio pão integral, tipo italiano.

Para quem quer ler a reportagem completa do IG - acesse Saúde IG.

Já minha próxima postagem sobre este tema, será sobre minhas experimentações de congelar o fermento natural e verificar como ele reage no descongelamento e se dará bons pães.


Então até o próximo post!

Grande Beijo

Sonia
Meus blogs:
*Entre dicas e delícias*- dicas de moda, artesanato, esmaltes, comportamento e receitas deliciosas.
*Anratí Bijoux* - Bijuterias Artesanais através da vitrine virtual ou pelo meu blog. Assista ao vídeo
*Estudo Personalizado* - aulas particulares de Piano & Teclado, Acompanhamento Escolar e Informática
Quer receber automaticamente minhas postagens?  Cadastre seu email aqui! ou no canto direito superior do blog!
Leia mais...

Receita Iogurte Caseiro Natural e Iogurte Grego (aprenda a fazer estas delícias)

Mais uma dica de produto caseiro e delicioso.
Desta vez que tal aprender a fazer Iogurte Natural? Confesso que apesar de gostar muito, não consumia com a frequência saudável mas agora, como todo o dia!
Eu achava que era algo complicado.
Pesquise bastante na internet e achei receitas maravilhosas.
A receita original leva 2 litros de leite semi desnatado e 1 potinho de iogurte integral natural (170g) - tem que ser bem consistente!
Você deve levar o leite ao fogo e desligar assim que ferver. Deixar esfriar até que consiga colocar o dedo no leite e manter por 10 segundos sem se queimar. Adicionar o potinho de iogurte e misturar bem. Fechar bem a panela, envolvê-la com toalhas para mantê-la aquecida e acondicionar em local bem fechado em temperatura ambiente por cerca de 10 horas.
Este tempo varia conforme a temperatura ambiente, ou seja, em dias muito quentes ficará pronto antes. Depois deste tempo, misture bastante para obter a consistência desejada.
Para ler a receita original (e os comentários que são muito legais) não deixe de acessar o Blog da Mimis” ou “Aqui na Cozinha” (este com mais fotos - são as que estão aqui, ia tirar as minhas, mas estas estão perfeitas para explicar  processo).


Agora vou dar minhas dicas:
 - Eu não confio muito em leite de caixinha e em casa só uso leite em pó. Já fiz este iogurte duas vezes, as duas com apenas 01 litro de leite fervido feito com leite em pó desnatado e as duas vezes deram certo.
 - Antes de adicionar o iogurte tenha bastante atenção para a temperatura, o leite deve estar bem quente mas que você aguente colocar o dedo dentro por 10 segundos. Misture bem para que o iogurte se incorpore bem com o leite.
- Eu ferví o leite em uma panela de pressão de alumínio, pois ao fechar ela fica bem lacrada. Dizem que não é muito bom, mas ainda não tenho um recipiente melhor...
 - Para o tempo de espera, aquecí levemente o forno, desliguei e coloquei a panela de pressão envolvida com toalhas dentro e deixei por 10 horas. Não abra a tampa do forno ou a panela durante este tempo para não prejudicar o processo de fermentação.
 -  Fiz de noite e na manhã seguinte abri a panela e encontrei um iogurte praticamente igual à isca que utilizei ( isca = potinho de iorgute natural comprado).
- Guarde o iogurte caseiro em um recipiente bem limpo e com boa tampa na geladeira.
- O iogurte caseiro pode ficar meio aguado. Você deve então coar (com um paninho bem limpo e na geladeira) até obter a consistência desejada. Se deixar muito tempo, este iogurte ficará tão consistente quanto os chamados iogurtes gregos. Veja as fotos também do site “Aqui na Cozinha”. Esta receita também está “Blog da Mimis” e “Doce Dieta”. Fiz e recomendo, fica uma delícia!!!!
Algumas dicas que encontrei nos comentários destes blogs mas que ainda não coloquei em prática:
 - Alguns adicionam algumas colheres de leite em pó logo após colocar o iogurte, para ficar mais consistente.
 - Dizem que você pode misturar um copinho de iogurte com 1, 2 e até 4 litros de leite, mas eu ainda só fiz com 1 litro. Não sei se o resultado realmente é o mesmo. Vou testar depois publico aqui.
 - Algumas pessoas fizeram com leite sem lactose e afirmam que o resultado é igual.

Recomendo que façam estas receitas pois, além de fácil´, é muuuuito gostoso e saudável! E barato...
Depois vocês me escrevam o que acharam!
Um super beijo a todas e até o próximo post.
Sonia

Meus blogs:
*Entre dicas e delícias*- dicas de moda, artesanato, esmaltes, comportamento e receitas deliciosas.
*Anratí Bijoux* - Bijuterias Artesanais através da vitrine virtual ou pelo meu blog. Assista ao vídeo
*Estudo Personalizado* - aulas particulares de Piano & Teclado, Acompanhamento Escolar e Informática


Leia mais...

Você é um "Pró-crastinador" ou um "Pré-crastinador"? Acredite, você está em um destes grupos!

Oi, Pessoal!

Há algum tempo atrás publiquei uma série de postagens com o título “Chega de Enrolar”.
Nestes posts compartilhava informações interessantes sobre as pessoas “Prócrastinadoras”. Pode parecer um palavrão mas não é, viu!
Pró-crastinador nada mais é do que aquela pessoa que gosta de deixar para fazer as coisas depois...
E tenho certeza que você já se deparou com alguém que diz algo parecido com "amanhã eu faço", "amanhã eu começo", "precisa ser agora?", ou pode até ser você a dizer frases deste tipo com uma certa frequência.
Esta semana, navegando pela internet, me deparei com uma matéria no site “Delas / Ig” que escrevia exatamente sobre as pessoas contrárias: as Pré-crastinadoras”. (Acesse o link).
 

Achei o tema muito legal e espero que vocês curtam a leitura...e as dicas!
E a própósito, qual o grupo que você mais se identifica?
Bom, por hoje é só, espero que tenham gostado.

E caso queira receber automaticamente minhas postagens, cadastre seu email aqui! Ou no canto direito superior do meu blog!

Um super beijo a todas e até o próximo post.

Sonia

Meus blogs:
*Entre dicas e delícias*- dicas de moda, artesanato, esmaltes, comportamento e receitas deliciosas.
*Anratí Bijoux* - Bijuterias Artesanais através da vitrine virtual ou pelo meu blog. Assista ao vídeo
*Estudo Personalizado* - aulas particulares de Piano & Teclado, Acompanhamento Escolar e Informática
Leia mais...

Chega de Enrolar (Parte 10Final) - Passos 17, 18, 19 e 20

Então chegamos aos últimos passos!


Passos 17: “A regra dos 15 minutos”
É o tempo para você fazer as coisas chatas, como arrumar seu escritório, arquivos e até documentos gravados no computador.

É primordial para que a ordem de sua vida seja mantida. Acredite!!!

Passos 18: “Crie hábitos”
Insista na rotina de organização por várias semanas até que ela se torne automática.

Não tem jeito. Nos primeiros dias e semanas você vais achar que nada está valendo a pena, mas não desista! Insista pois só a persistência poderá melhorar seu modo de vida e trabalho e fazer com que seja mais produtiva, eficiente e feliz!

Passos 19 : “Valorize o lazer”  

Trabalhe muito durante seu horário de expediente, mas quando sair de seu trabalho, se desligue!

Reserve horários para se distrair, se divertir e relaxar. Nem que for ler um livro, cuidar de seu corpo e bem estar, assistir um filme gosto ou ter um hobby que , com certeza, você está adiando a tempos.
Obs – durante seu horário de expediente, levante de vez em quando de sua mesa e vá tomar uma água ou um cafezinho! Ande um pouco para relaxar e esticar as pernas. Se tiver que entregar algum documento, vá pessoalmente quando for possível para conhecer outras pessoas e outros departamentos. Isto também é muito importante. Mas fuja das rodas de fofocas!!!

Passos 20: “Perdoe-se”
Quem se perdoa por uma enroladinha age rapidamente para cumprir a tarefa que postergou.

Então se um dia as coisas não andam do jeito que imaginava, não se desgate. Respire fundo e corra atrás do tempo que perdeu. Sem stress mas com vontade.

Estes foram os 20 passos para você vencer a inércia, realizar mais e ser mais feliz. Pode ser que você não consiga ou não queira seguir cada passo religiosamente, mas pelo menos incorpore a idéia central eu é se organizar de verdade seu dia a dia e ser mais produtivo.

Não se cobre tanto, mas se as coisas estão te irritando, então tome uma atitude consciente para mudar.

Manter a agenda em dia exige sacrifícios mas que se acostuma com essa rotina garante que sobre tempo para viver. E viver bem!!!


Espero que tenham gostado!!!




E caso queira receber automaticamente minhas postagens, cadastre seu email aqui! Ou no canto direito superior do meu blog!


Um super beijo a todas e até o próximo post.

Sonia
Meus blogs:
*Entre dicas e delícias* - dicas de moda, artesanato, esmaltes, comportamento e receitas deliciosas.
*Anratí Bijoux* - Bijuterias Artesanais através da vitrine virtual ou pelo meu blog. Assista ao vídeo
Leia mais...

Chega de Enrolar (Parte 9) - Passos 13, 14, 15 e 16

Já vimos 12 passos dos 20 para “se vencer a inércia, realizar mais e ser mais feliz”.

Vamos conhecer mais alguns!


Passos 13: “Resista às redes sociais”

O mesmo problema do passo 12. Ficar on line direto é prejudicial à sua agenda!
Se programe para ver na hora do almoço ou em momentos que você tenha certeza que não vai te prejudicar.
Obs – a revista menciona que existem sites que atualizam várias redes de uma so vez, como o tweetdeck.com – confesso que não conheço, mas se é uma dica da revista, deve ser legal conhecer!

Passos 14: “Bloqueie a internet”

Se você não conseguir se controlar, então em um primeiro momento que tal bloquear a internet? Segundo a revista, existem aplicativos que servem para bloquear a internet por algum tempo, evitando que você se entregue à tentação de navegar a esmo. Aplicativos como o macfreedom.com (que bloqueia a internet por até 8 horas) e o Selfcontrol que barra apenas sites que você escolher (visitsteve.com/made/selfcontrol/)
Obs – também não os conheço, mas se são dicas da revista, devem funcionar.

Passos 15 : “Conte o tempo”

Amanhã, quando for fazer alguma tarefa ou qualquer outra coisa até as que estão fora de sua lista diária, conte o tempo!
Isto mesmo, você perceberá que gastamos mais minutos do que pensamos com distrações e que cumprir tarefas simples é mais rápido do que imaginávamos.
Tendo este conhecimento, poderá melhorar a sua lista diária e sua percepção de tempo para conclusão de seus projetos e suas etapas.
Não se apavore! Parece complicado, mas não é e o resultado fará muito bem para sua vida profissional e de tabel, para a pessoal.


Passos 16: “Mantenha a ordem”

Mantenha seus compromissos em ordem e também sua mesa, documentação, agenda de telefone, etc.
Saiba que uma pessoa pode perder até 40 minutos diários apenas procurando materiais ou informações.


Por hoje é só. Te encontro em meu próximo post!





E caso queira receber automaticamente minhas postagens, cadastre seu email aqui! Ou no canto direito superior do meu blog!


Um super beijo a todas e até o próximo post.

Sonia
Meus blogs:
*Entre dicas e delícias* - dicas de moda, artesanato, esmaltes, comportamento e receitas deliciosas.
*Anratí Bijoux* - Bijuterias Artesanais através da vitrine virtual ou pelo meu blog. Assista ao vídeo
Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...